Instituto Butantan começará testes de Soro anti-Covid em humanos

Nessa quarta-feira (24/03), a Agência de Vigilância Sanitária autorizou o Instituto Butantan a iniciar testes de seu Soro anti-Covid em humanos.

O governador de São Paulo manifestou seu descontentamento com a agência devido à demora e “burocracia que trava os testes”. A Anvisa, por sua vez, afirmou ter solicitado mais informações que não foram integralmente disponibilizadas pelo Instituto realizador da pesquisa.

Após alfinetadas entre os envolvidos, ficou decidido que até que o Butantan responda as pendências técnicas, o teste não será iniciado em humanos.

A diretora de inovação do Instituto Butantan Ana Marisa Chudzinski Tavassi afirmou que “o anticorpo já está pronto, tem uma resposta muito rápida. Você injeta o soro, as células da pessoa reconhecem e bloqueiam a entrada do vírus. Se ele não entrar nas células, não se multiplica, e a doença não se agrava" e que "O objetivo é já dar o anticorpo pronto para o indivíduo com a doença".

“Os resultados dos testes pré-clínicos foram muito importantes para ver que o soro tem efeito. Ele não é tóxico em animais saudáveis e em animais com a doença, vimos efetivamente um resultado positivo", disse.

A pesquisa foi realizada em camundongos e cavalos saudáveis e tem como objetivo final diminuir os sintomas dos pacientes já infectados.
Uma vez que os pacientes com sintomas mais graves geralmente são pessoas com algum comprometimento de saúde, resta o questionamento sobre como o teste em humanos será realizado e se será assegurada a segurança quanto ao uso do soro nos pacientes mais debilitados.


{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação!